top of page

Yamaha RD 350, a famosa Viúva negra.

Vamos contar hoje um pouquinho da historia desse ícone das motocicletas.


Nos anos 70, os modelos de motos de alta performance mudaram para motores de 4 tempos de grande cilindrada. A Yamaha, que tinha sucesso com seus motores de 2 tempos nas corridas, lançou a RD 350 em 1973, que rapidamente se tornou popular entre jovens que queriam velocidade, mas não podiam pagar uma 750.


Imagens retiradas do site https://www.bestriders.com.br/motos-classicas-yamaha-rd-350-ou-viuva-negra-para-os-intimos/


No entanto, a RD tinha falta de torque em baixas rotações e entregava potência abruptamente em regimes elevados, o que tornava a condução difícil para iniciantes.

Ganhou o apelido "carinhoso" de viúva negra, pois seu sistema de frenagem não acompanhava o que seu motor potente entregava, exigindo cautela do piloto.


A solução da Yamaha foi o sistema Torque Induction, que melhorou a pilotagem em baixas rotações. Em 1976, a Yamaha lançou a RD 400, que teve um grande salto evolutivo em relação ao modelo anterior.


No Brasil, apenas as RD 350 foram exportadas até 1974. Em 1980, a Yamaha apresentou a RD 350 LC, com arrefecimento líquido e melhorias na potência e desempenho. Em 1983, a Yamaha introduziu o sistema YPVS, que melhorou ainda mais a potência e desempenho da RD 350. A última geração da RD 350, produzida no Brasil de 1986 a 1993, tinha uma aceleração de 0 a 100 km/h em cerca de 5 segundos e podia atingir 200 km/h com carenagem.

Imagens retiradas do site https://www.motonline.com.br/guia-de-motos/yamaha/rd-350


Mas me fala ai, você chegou a pilotar essa joia? deixa aqui nos comentários a sua experiência.


E se você ainda não se credenciou para garantir sua vaga no Detailer Fest Brasil 2023, corre que ainda tempo! Acesse www.detailerfestbrasil.com.br/credenciamento e garanta sua vaga no maior evento de detalhamento automotivo da América Latina que vai acontecer de 29 de junho a 02 de julho em Boituva, São Paulo. Te aguardamos lá!

Commentaires


whatsapp.webp
bottom of page